sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Bolo de chocolate com ganache de chocolate e avelã crocante

Hoje estava à procura de um bolo para fazer para o fim de semana e assim que vi a receita da Sónia do blog O Cantinho da SD tive a certeza do que ia fazer. Só alterei a cobertura optei por fazer uma ganache de chocolate com avelã crocante e também recheei o bolo. Ainda não posso dizer como ficou  em termos de sabor mas de aspecto ficou muito bonito.

Ingredientes: 150g de açúcar; 150g de óleo; 4 ovos; 150g de leite; 125g de chocolate em pó; 200g de farinha (usei já com fermento); 200g de chocolate de culinária; 150ml de natas; avelã crocante.

Modo de preparação: Colocar no copo o açúcar, o óleo, o leite, o chocolate em pó e os ovos programar 3m/tempo.37/veloc.3. Juntar a farinha e programar 10seg./vel.4. Colocar a massa numa forma untada com margarina e polvilhada com farinha e levar ao forno a 180 graus até estar cozido. Deixar arrefecer e desenformar.

Ganache de chocolate: Num tacho colocar as natas e levar ao lume até ferver. Desligar o lume e juntar o chocolate partido em pedaços, deixar assim mais ou menos 1m. Mexer até estar uniforme. 

Abrir o bolo ao meio e rechear com a ganache polvilhar com a avelã crocante. Cobrir o bolo da mesma maneira.

Ficou assim:


Por dentro ficou assim:


Aqui a ganache:


E esta é a avelã crocante, comprei no Lidl:



quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Iogurtes gregos

Se há coisa que gosto de fazer são iogurtes. Já fiz dos três tipos de iogurtes, os ditos normais, os líquidos e os gregos. A primeira iogurteira que tive foi daquelas com os copos e aí faço os iogurtes normais mas para fazer os líquidos e os gregos comprei outra no Lidl pois acho esta mais prática do que a outra. Com esta segunda iogurteira até queijo fresco consigo fazer. Os gregos que já tinha experimentado inicialmente levavam natas mas sou sincera não gostava muito do sabor pois mesmo que só pusesse meio pacote sentia sempre o sabor das natas. Desta vez segui a receita da Sónia do blog O cantinho da SD cuja receita é da bimby (eu fiz a mistura inicial na yammi) e não tem natas, adorei ficam melhores que os de compra.

Ficaram assim:


Notas: usei leite do dia, coloquei 1 iogurte inteiro penso que tem um bocadinho mais, coloquei um pouco mais de meio copo de açúcar, não coloquei o leite em pó e não fez falta.


A iogurteira é esta:


Éuito mais prática que a de copos pois tem um cesto para escorrer o iogurte:


Aqui já está escorrido notem a diferença saiu muito soro e ficou com uma consistência espetacular:




terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Pá de porco em slow Cook - Smart Cooker

Continuo a adorar a Smart Cooker. Uma das funções que procuro neste tipo de panelas é o slow cook, acho que as carnes cozinhadas deste modo ficam excelentes.

Quem tem esta panela vai dizer, mas no menu não temos slow cook, pois não mas podemos arranjar maneira de ter. Temos um programa que diz papas e é o que cozinha numa temperatura mais baixa. Vi esta dica num grupo do facebook e não é que resulta?

Ingredientes: 1 pá de porco sem osso; sal e pimenta q.b.; polpa de tomate; vinho branco; alho picado q.b.; orégãos e ervas de provence a gosto; pimentão doce q.b.; 1 cenoura

Modo de preparação: Coloquei a carne na cuba e temperei com os ingredientes acima indicados, deixei a tomar gosto durante uma hora ( o ideal seria no dia anterior). Programei no menu o programa papas e ao todo deixei a carne cozinhar por 3 horas. No final programei no estufar durante 30m para apurar o molho.

Ficou delicioso, a carne desfazia-se:


Aqui acabadinho de fazer:



terça-feira, 28 de novembro de 2017

Croissants da Susy

Eu gosto muito de croissants sempre que vou ao café tomar o pequeno almoço é o que normalmente como e se forem dos folhados melhor ainda.

Mas melhor ainda é fazermos em casa. Esta receita é da Susy e ficam maravilhosos e até que não dão muito trabalho a fazer, compensa bastante quer pela quantidade quer pela qualidade.

É uma receita que está adaptada à bimby e eu adaptei-a à MFP (na cuba coloquei os ingredientes líquidos e depois os sólidos e fiz no programa para massas e depois quando terminou segui os passos da receita). Aqui deixo a receita original para a bimby, que também pode ser feita em qualquer robot de cozinha, também já fiz na yammi. Só não coloquei o corante amarelo.

Ingredientes: 500gr de farinha ( tipo 65 ); 20gr de fermento de padeiro fresco; 125gr de leite; 125gr de iogurte natural; 3 colheres de sopa de açúcar; 1/2 colher de chá de sal; 2 ovos médios; corante amarelo próprio para bolos ( se gostar, é só uma sugestão para ficarem mais amarelinhos ); 2 gemas e leite para pincelar; Margarina q.b ( para pincelar as camadas da massa )


Modo de Preparação: Deite no copo o leite, açúcar, fermento e programe 2 min / 37°/ vel1

De seguida junte o resto dos ingredientes  ( farinha, iogurte, sal, ovos... ) e programe 5 min/ vel espiga.

Se achar que a massa ainda está muito pegajosa, junte um pouco mais de farinha e envolva mais uns segundos na vel espiga ( pode acontecer devido ao tamanho dos ovos, teor de gordura do iogurte, etc ). Retire a massa do copo amasse, e forme 8 bolinhas de tamanho igual, estique uma a uma com o rolo da massa e forme tipo uma massa para pizza do tamanho de um prato normal.

Pincele cada camada com a margarina derretida, ( eu utilizei margarina liquida de compra ) e sobreponha as camadas umas por cima das outras, a última não é necessário pincelar.
Estique com o rolo da massa até formar tipo uma pizza grande,  corte 12 ou 16 triângulos e forme os Croissants.
Coloque-os num tabuleiro com uma folha de papel vegetal, e leve a levedar num sítio morno por cerca de 1 hora ( eu costumo aquecer o forno a 50° , desligo e coloco o tabuleiro no forno )

Ao fim desse tempo, retire e pincele os Croissants com cuidado, com as gemas batidas e um pouco de leite
Aqueça o forno a 200° sem ventilação, e leve os Croissants ao forno por cerca de 15 minutos.

Aqui estão eles prontinhos a comer:


Aqui quando saíram do forno:


Aqui antes de irem ao forno depois de levedarem:






quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Tupperware II

Mais uns artigos que adquirí desta marca de confiança. Desta vez foi para guardar a sopa e a fruta que faço para a minha bebé, achei muito prático pois fica a dose certa para uma refeição, além de ficar pronto a levar para a rua se fôr caso disso.

Estes artigos comprei à  Raquel que tem página no facebook A Caixa Mágica - Tupperware, procurem por lá se precisarem de alguma coisa, super simpática e atenciosa.

Aqui estão eles, a colher foi oferta da vendedora, um miminho:



Material muito resistente e umas cores girissimas, as maiores comprei para a sopa e os mais pequenos para o puré de fruta.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Tupperware I

Sempre fui fã da Tupperware mas é claro que a qualidade de certos produtos paga-se e mais recentemente comecei a pensar em todos os benefícios inclusive de saúde que poderemos ter ao adquirir os produtos desta marca.

Já tenho vários e para não se tornar tão dispendioso compro quando há boas promoções.

Comprei este para cozer massa no microondas e estou a gostar muito, principalmente quando tenho que fazer pouca quantidade.

Aqui está:


Aqui já pronto para ir ao microondas, vai sem a tampa, esta vai servir depois para ajudar a escorrer a massa depois de pronta:


Aqui já está pronta a massa:


Aqui pronta a servir:


Um utensílio muito prático de usar no dia a dia.

Nota: Fiquei agora a saber pela Raquel A caixa mágica - tupperware que este artigo já não se vende, mas mesmo assim fica a dica. Há para venda o micro massas em redondo.


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Molotof



Esta é uma receita que gera sempre controvérsia, pois nem sempre sai bem. Eu ainda só tinha experimentado uma vez e assim que saiu do forno mirrou todo, jurei que não voltava a fazer tal foi o trauma.

Tinha 8 claras congeladas e andei a pesquisar várias receitas e várias dicas (algumas tirei do blog da Alexandra) para se fazer um molotof que sai sempre bem e parece que acertei. É para repetir com certeza e para a próxima vou fazer com creme de ovos.

Fiz assim:

Ingredientes: 8 claras; 8 colh.de sopa de açúcar; caramelo q.b.; umas pedrinhas de sal

Modo de preparação: Bater as claras com umas pedrinhas de sal, quando estiverem quase em castelo juntar o açúcar e bater bem na velocidade máxima. Quando estiverem em castelo juntar o caramelo a gosto, bater mais uns 5m na velocidade máxima. Untar uma forma com buraco com caramelo e colocar as claras, ajeitar com uma colher e bater varias vezes com a forma na bancada para sair o ar que possa estar nas claras. Eu até deixei cair a forma na bancada várias vezes. Levei ao forno pré-aquecido a 180 graus, onde já tinha um tabuleiro com água. Cozi o molotof em banho-maria durante 8m (1m por cada clara). Experimentem, o meu ficou lindo.